O Tópico

Habituei-me tanto a contornar os vértices dos meus problemas que já soa a passeio. Nunca me disseram para sair da minha zona de desconforto, será por isso que ainda aqui estou-

Que sítio é este? Tem tanta coisa que parece vazio. Mais com mais também dá menos, não sabiam? Fui sugado pelas expectativas fecundadas que tanto me prometeram e nada preencheram. Esta não é a minha praia e tampouco o meu areal. Areias movediças e postiças prendem-me a este lugarejo que nada me traz, a não ser a vontade de partir. Somos orientados a seguir por aqui. O mapa é tão bom que ninguém se perde, todos se conformam. 

Pareço uma cómoda que se acomodou ao soalho e ao pó que a cobre. Incapaz, impossível e imóvel. Quanto valho quando nada vale a pena? Até o familiar me soa a estranho de tão imutável que se tornou. Mal sabia eu que a conquista de tantos anseios me garantiria o reino da monotonia. Onde nada nasce nem cresce nem morre, apenas escorre. Habituei-me tanto a contornar os vértices dos meus problemas que já soa a passeio. Nunca me disseram para sair da minha zona de desconforto, será por isso que ainda aqui estou? E se a minha zona de desconforto for confortável para alguém? Saio na mesma.

Levem-me a sério e tragam-me assédio. Quero ser assediado pelo entusiasmo, ter um caso com a alegria e trair o desencanto. Utópico? Não, este é o Tópico.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s