Tentativa

Já não dá mais.

Deram-te rédeas, livre-arbítrio e intuição para quê? Vá, diz lá. Não estejas a esconder a resposta em mais uma daquelas mentiras que dizes a ti próprio. Já sabes tudo o que precisas saber. Tudinho, não te falta nada. Mas ainda assim, a vida assusta-te. Como é que podes amedrontar-te com a razão pela qual estás cá? Não fujas se faz favor.

Sai daí.

Qual estabilidade? Qual segurança? Não há porra nenhuma! Todos os caminhos são difíceis. A diferença é que uns são teus e outros não. Deixa a vida desvendar-se. Chega de te esvaíres em desculpas. A única coisa fácil que tens a fazer é seres tu próprio que, na verdade, é a única que fazes realmente bem.

Chega.

Mais perto de ti. Larga o rebanho que te arrepanha as vontades, abafa-te os instintos e esmaga-te a identidade. Tu és tu, és único e isso é do caraças. Porque não aproveitar? Para quê ser como uma peça de tetris que, quando finalmente se encaixa, desaparece? Desalinha-te.

Por agora é tudo.

Mentira aquilo que tens vivido. Não existem fórmulas nem receitas. A única forma de lá chegar é a andar, ver, sentir e absorver. É tudo teu, por isso não mandes nada fora por favor. Não tens de correr bem, tens somente de correr.

 

Lembrei-me:

O sucesso é

viveres a tua verdade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s